A melhoria, nos últimos dois a três anos, dos principais indicadores da economia portuguesa, desde o emprego às exportações, devem ser motivo de satisfação para os empresários, tal como são para o atual Governo de Portugal, empenhado em contribuir para uma economia mais equilibrada e sustentável, sublinhou António Costa, no almoço de empresários organizado pela Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola, no mês passado, dias antes da realização da Cimeira Luso-Espanhola, onde marcou também presença.

Esta mudança no perfil da economia portuguesa, em que as exportações passaram, nos últimos 20 anos, de um peso de 27 para 44% do nosso PIB reflete uma “trajetória em que a competitividade não depende já essencialmente dos custos salariais, mas depende, sobretudo, da capacidade que o país tem tido de melhorar a produtividade das suas empresas”, e do valor dos bens e serviços exportados, destacou o mesmo responsável.

 

Leia o restante artigo na edição de dezembro da Revista Actualidad€!

 

Texto: Actualidad€

Foto: Sandra Marina Guerreiro

Wednesday the 19th. Câmara de Comércio e Industria Luso Espanhola © 2017 - Joomla Site Templates