O resultado core do Millennium bcp ascendeu a 1.103,8 milhões de euros em 2017, comparando favoravelmente com os 1.094 milhões apurados no ano anterior, devido ao crescimento da margem financeira e das comissões líquidas, não obstante o maior nível de custos operacionais.

Excluindo itens específicos, o resultado core aumentou 20,0% face a 2016. O aumento do resultado core em base comparável foi suportado pela evolução positiva quer da atividade em Portugal (mais 16,3%), quer da atividade internacional (mais 26,1%), originando uma melhoria da eficiência operacional, evidenciada pela descida do rácio cost to core income, excluindo itens específicos, de 51,5%, em 2016, para 47,1%, em 2017.

 

Em 2017, o resultado líquido alcançou os 186,4 milhões de euros, representando um crescimento significativo face aos 23,9 milhões registados no ano anterior, alicerçado no desempenho da atividade em Portugal, dado que o contributo da atividade internacional foi afetado pelo impacto decorrente da aplicação da IAS 29 ao Banco Millennium Atlântico, no âmbito do tratamento de Angola como uma economia com elevada inflação pelas empresas de auditoria internacionais, justifica o grupo liderado por Nuno Amado.

 

Monday the 18th. Câmara de Comércio e Industria Luso Espanhola © 2017 - Joomla Site Templates