Acesso gratuito a serviços de saúde e bem-estar online, assistência informática, aluguer de veículos com desconto e ao cartão MAPFRE bankintercard, são algumas das vantagens disponibilizadas

 

 

A seguradora MAPFRE acaba de lançar o “MAPFRE Cuidamos de Ti”, um inovador Plano de Fidelização que permitirá aos seus clientes usufruir de vários serviços e benefícios exclusivos, de forma imediata e totalmente gratuita.

Cada cliente terá uma classificação personalizada, de acordo com os seguros contratados, podendo ser enquadrado nos perfis “Prata”, “Ouro” ou “Platina”. Cada um destes segmentos atribui benefícios exclusivos sendo que, a qualquer momento, os clientes podem subir de classificação, acedendo assim a um maior número de vantagens.

Segundo Luís Anula, CEO da MAPFRE em Portugal, “estamos muito orgulhosos com o lançamento do ´MAPFRE Cuidamos de Ti`. Actualmente, o mercado segurador nacional não disponibiliza um plano de fidelização como o nosso que, sem qualquer custo para o cliente, permite que possa beneficiar de vários serviços, não só para si, como para a sua família. Estamos certos de que este produto irá garantir maior proximidade e premiar os nossos clientes, na medida em que irá acrescentar valor ao nosso serviço, reforçando significativamente a experiência dos clientes com a nossa marca”.

Com base nas regras de segmentação definidas pela companhia, um “Cliente Prata” poderá usufruir gratuitamente de um Cartão MAPFRE bankintercard que atribui descontos nos seguros MAPFRE, um seguro de Assistência em Viagem e Seguro de Acidentes Pessoais sem custos, crédito gratuito até 50 dias, entre outros benefícios.

Além das vantagens do “Cliente Prata”, um “Cliente Ouro” terá ainda acesso a uma Plataforma de Saúde e Bem-Estar online que permite a realização de uma consulta de saúde online/telefónica junto de uma equipa de médicos de medicina geral e familiar, usufruir do serviço de Segunda Opinião Médica, podendo solicitar gratuitamente o parecer dos melhores especialistas internacionais, bem como um Serviço de Atendimento Exclusivo, beneficiando de um atendimento preferencial para tratar dos seus assuntos com a Companhia.

O “Cliente Platina” usufruirá ainda de Proteção Digital e Assistência Informática, podendo aceder a uma plataforma online com vários serviços informáticos gratuitos, tais como Assistência Informática Remota, Recuperação de Dados, Localização de Equipamentos e Controlo da Pegada Digital, bem como de um Serviço Especial de Aluguer de Veículos, entre outros.

Os clientes MAPFRE poderão consultar toda a informação relativa ao novo Plano de Fidelização “MAPFRE Cuidamos de Ti” através do site https://www.mapfre.pt/seguros-pt/cuidamosdeti/.

Podem também aceder à sua Área de Cliente, no site mapfre.pt, e saber, de imediato, qual a sua classificação e os benefícios a que tem acesso.

 

Sobre a MAPFRE Seguros:

Em Portugal desde 1986, a MAPFRE Seguros possui uma rede de 90 lojas em todo o País. A nível internacional, a MAPFRE é a maior seguradora espanhola do mundo, a principal multinacional do setor na América Latina e está entre as 5 melhores da Europa em seguros Não Vida por volume de prémios. Emprega mais de 35 mil colaboradores nos cinco continentes em que opera, tendo atingido em 2018 cerca de 27 mil milhões de euros de receitas, com um lucro líquido de 529 milhões de euros.

Para mais informações, consulte www.mapfre.pt.

 

Informações adicionais:

Deep Step Comunicação

Sandra Correia/Joana Fernandes

Tel. 21-893 70 50

 

 

  • Portugueses e luso descendentes residentes em França que se deslocam de férias a Portugal são o alvo da campanha, que pretende reduzir o número de acidentes durante as viagens longas e depois das saídas noturnas 

 

A Associação Cap Magellan organiza, pelo 17º ano consecutivo, a campanha de Segurança Rodoviária "Sécur'été – Verão em Portugal", dirigida aos portugueses e luso descendentes residentes em França, que se deslocam de carro para Portugal durante as férias de verão. O objetivo é reduzir o número de acidentes durante os trajetos longos e depois das saídas noturnas. Uma ação à qual a Cepsa, através da Fundación Cepsa, se decidiu associar.

 

Com o apoio de equipas de voluntários, as ações de sensibilização decorrem desde finais de junho no sul de França, em Espanha e irão continuar nas fronteiras portuguesas de Vilar Formoso, Chaves e Valença nos dias 27 e 28 de julho. Simultaneamente, as ações estender-se-ão a locais de diversão noturna, alertando os jovens para os perigos da condução sob efeito do álcool.

 

No dia 1 de agosto, a partir das 11h00, na Área de Serviço da Cepsa da A1 em Leiria - sentido Norte-Sul - irá decorrer uma ação que tem por base a realização de simulações de condução sob o efeito do álcool, fadiga e sonolência. Para tornar as situações o mais reais possível, vão estar à disposição dos condutores óculos de realidade virtual sobre a noção de partilha da estrada bem como tapetes de simulação de fatiga e alcoolémia. Haverá também testes eletrónicos de álcool. 

 

A segurança é um dos principais valores da Cepsa e, por isso mesmo, a segurança rodoviária é um tema ao qual a Cepsa dá muita importância. Os valores da companhia guiam todas as suas ações, para que a mesma possa contribuir para a construção de uma sociedade mais segura. A Fundación Cepsa, torna-se, desta forma, parceira da Cap Magellan na ação de consciencialização nas estradas portuguesas, impulsionando o compromisso de segurança. Os clientes da empresa estão nas estradas, todos os dias, em trabalho ou lazer, e importa que cheguem aos seus destinos de forma segura, pelo que devemos promover uma atitude de segurança na estrada através do respeito pelas regras de trânsito, promovendo o bem-estar dos condutores antes e durante as suas viagens. 

 

 

Visite: https://fundacion.cepsa.com/pt

 

Quem for de férias ou viver nas Astúrias vai poder utilizar o primeiro serviço de car sharing da região sem ter de pagar pelo combustível necessário. A partir de agosto, a guppy terá 50 veículos 100% elétricos a circular pelas Astúrias e, graças a uma parceria fechada agora com a EDP, o carregamento destes carros será gratuito para os utilizadores.

Este serviço é pioneiro naquela região, que agora passa a ter um serviço em que os condutores podem deslocar-se para onde quiserem, podendo levantar e entregar os veículos em locais distintos. Os veículos disponíveis terão uma autonomia superior a 200 quilómetros.

“A guppy oferecerá um novo serviço de mobilidade nas Astúrias, com benefícios para quem quiser movimentar-se de forma cómoda, económica e ecológica. Bastará descarregar a aplicação para smartphones e registar-se, pagando unicamente quando utiliza as viaturas”, afirmou Campos-Ansó, responsável de Inovação e Desenvolvimento do grupo Junquera.

“A mobilidade elétrica é uma prioridade para a EDP, como demonstram os mais de 60 pontos de carregamento para veículos elétricos na região, uma infraestrutura que continuará a crescer, para garantir que os utilizadores de veículos elétricos tenham as condições que necessitam para a sua mobilidade”, destaca Javier Izquierdo, responsável pela Mobilidade Sustentável da EDP Espanha.

A EDP já instalou em Espanha mais de 100 pontos de carregamento para veículos elétricos, mais de 60 nas Astúrias. Os postos podem ser consultados em www.edpmoveon.com. Grande parte destas infraestruturas estão instaladas junto a zonas turísticas estratégicas, aumentando por isso a procura por rotas culturais e turísticas.

Tal como em Portugal, a mobilidade elétrica está a crescer a um ritmo acelerado em Espanha, tendo a EDP registado um aumento de 90% nos carregamentos realizados entre janeiro e maio de 2019, em comparação com todo o ano de 2019. Os carregamentos já superam os 61.000kWh, o equivalente a percorrer mais de 400 mil quilómetros num veículo elétrico.

 

O NOVO BANCO e a ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal assinaram um Protocolo no passado dia 16 de julho, em Famalicão, no CITEVE - Centro Tecnológico Indústrias Têxtil Vestuário Portugal, com o objetivo de potenciar ainda mais o crescimento das empresas do setor e a sua promoção no mercado nacional e internacional.

 

 

Este é um setor que tem demonstrado, mesmo perante as adversidades, que sabe reagir, inovar e continuar a melhorar a sua produção, sem deixar de manter a qualidade.

O seu sucesso espelha-se no peso considerável que tem nas exportações nacionais de bens (cerca de 9%) e na sua taxa de crescimento médio anual: 4,3% nos últimos 8 anos.

Para isso tem assumido um papel de relevo o estabelecimento de relações de simbiose entre um conjunto de entidades que promovem o desenvolvimento e a inovação no setor, nomeadamente associações empresariais, como a ATP, Centros Tecnológicos, como o CITEVE, e polos universitários, originando sinergias que ajudam esta indústria a responder aos grandes desafios.

 

Este é também um setor com um forte perfil exportador, em que o peso médio das exportações, no volume de negócios das empresas, ronda os 67%, o que compara com apenas 15% em termos de média nacional em 2018.

 

Na sessão de assinatura do protocolo estiveram presentes os principais empresários e personalidades ligadas ao setor, que estiveram na génese desta parceria agora firmada e que virá  reforçar o papel que o NOVO BANCO quer continuar a ter junto deste setor, procurando ser o parceiro financeiro do dia-a-dia, do investimento e crescimento e da internacionalização das empresas, através de uma nova oferta de produtos e serviços bancários ajustados às suas necessidades.

 

 

Já se encontra nas bancas a edição de agosto da revista Actualidad€ Economia Ibérica, que tem como grande tema algumas dicas de como a gastronomia pode acelerar a economia em Portugal.

Esta edição tem também uma noticia sobre o evento do "Corredor Sudoeste Ibérico" que tem como principal objetivo um serviço ferroviário entre Lisboa e Madrid.

Pode ver também uma entrevista a Pedro Pacheco, CEO da empresa de engenharia, BERD. Que este ano espera faturar cerca de 20 milhões de euros, quase
exclusivamente com clientes no estrangeiro, na área da construção.

 

Isto e muito mais na Revista Actualidad€! 

Gostaria de receber a revista em sua casa? http://bit.ly/2EwKpSg

 

 

 

 

American Eletric Power, Turning Tables e Verbund associam-se ao Starter Acceleration Program, em que se estreiam hoje 10 startups europeias.

 

 

Arrancou no dia 17 de junho, em Madrid, o primeiro módulo do novo programa global para startups de energia criado pela EDP, que procura as tecnologias mais inovadoras e que possam ser adaptáveis aos negócios das utilities internacionais. O Starter Acceleration Program foi criado para agregar as várias ferramentas de inovação da EDP e recebeu cerca de 500 candidaturas de todo o mundo para esta primeira edição, destacando-se a procura de empresas do Brasil, Estados Unidos, México, Índia e Reino Unido, o que comprova a dimensão global desta iniciativa. A maioria das candidatas pertence às áreas de inovação digital, energias limpas e soluções focadas nos clientes.

Para o módulo que se iniciou no dia 17, foram escolhidas as 10 startups europeias que apresentaram maior potencial. São de áreas essenciais para a inovação no setor energético e prioritárias para a EDP, como previsão de produção de energia, inteligência artificial, serviços para o cliente, digitalização e redes inteligentes. Os finalistas são de Espanha, Itália, França, Estónia, Grécia, Polónia, Reino Unido e Alemanha.

Três utilities internacionais decidiram juntar-se a esta primeira edição do Starter Acceleration Program, sendo parceiros da EDP neste módulo europeu: a American Eletric Power, que tem mais de cinco milhões de clientes em 11 Estados norte-americanos, a Turning Tables, uma empresa de inovação do grupo espanhol Cuerva, e a Verbund, a maior fornecedora de eletricidade da Áustria. O programa conta também com a L Marks e a Ace, duas especialistas em projetos de inovação e empreendedorismo, com presença mundial.

O módulo europeu vai permitir a estas startups conhecerem ao pormenor as quatro elétricas participantes e as necessidades destas empresas que, juntas, têm mais de 16 milhões de clientes. As equipas terão a oportunidade de apresentar as suas ideias para o setor da energia, serão acompanhadas no desenvolvimento dos seus produtos e soluções e terão acesso a vários apoios e benefícios, como o aconselhamento de especialistas em inovação, marketing, entre outros.

Esta semana de trabalho intensivo vai repetir-se em julho em São Paulo, no Brasil, e em setembro em Houston, no Texas, onde participarão as restantes escolhidas a nível mundial. Os projetos com maior potencial serão selecionados para a final do programa e o vencedor será escolhido em Lisboa, em novembro, durante a Web Summit. Os finalistas terão um espaço próprio na maior cimeira de inovação e empreendedorismo da Europa, para mostrarem os seus produtos e procurarem oportunidades de negócio.

“A diversidade das nacionalidades que se candidataram e que foram escolhidas demonstra que este programa está a conseguir ser verdadeiramente global, o nosso objetivo quando o criámos. Estamos ansiosos por receber os 10 finalistas europeus, conhecer os seus projetos e perceber de que forma podemos trabalhar juntos. A inovação aberta é, cada vez mais, o futuro deste setor”, destaca Carla Pimenta, diretora de inovação do grupo EDP.

O Starter Acceleration Program junta num só programa mundial os programas de inovação que a EDP tem desenvolvido ao longo dos anos nos países em que está presente: EDP Open Innovation e EDP Starter Espanha e Brasil.

 

 

Para mais informações visite www.edp.com ou www.edpr.com.

 

 

O Portugal Exportador, o maior evento nacional dedicado à exportação, realizado consecutivamente há 14 anos, terá lugar este ano, a 27 de novembro, no Centro de Congressos de Lisboa (antiga FIL).

 

Fruto de uma parceria entre o NOVO BANCO, a Fundação AIP e a aicep Portugal Global, o Portugal Exportador procura, desde a sua génese, acompanhar o foco crescente das empresas portuguesas face aos desafios dos mercados de exportação e ser, num mundo em que a competição é cada vez mais global e mais exigente, uma ferramenta fundamental de apoio à exportação e à internacionalização.

 

A Espanha, pela sua proximidade geográfica e pela posição de relevo que tem no comércio mundial e no comércio na União Europeia, é naturalmente o primeiro mercado de exportação para as empresas portuguesas e para o estabelecimento de parcerias comerciais.

Deste modo, é também natural que Espanha seja um dos mercados a marcar presença na 14ª Edição do Portugal Exportador, consubstanciado o grande interesse que tem para as empresas nacionais.

 

Para além do mercado de Espanha, estarão também em foco os mercados de Angola e da Alemanha, os  clusters da Metalomecânica e o Agroalimentar e ainda o eComerce, a par muitos outro conteúdos relevantes para, num só dia e num único lugar, potenciar o acesso a informação direcionada às empresas nacionais que já exportam ou que querem vir a exportar, seja através partilha de ideias e experiências, seja pela da perceção das experiências de outras empresas nos mercados de exportação, seja ainda pelos muitos contactos estabelecidos ao longo do dia, neste que é um acontecimento de networking por excelência e para o qual a organização do Portuga Exportador convida todas as empresas a estarem presentes.

 

Saiba mais sobre o Portugal Exportador 2019 e inscreva-se em www.portugalexportador.pt.

 

 

Os ‘awards’ distinguem as instituições que apresentam os melhores serviços junto dos seus clientes demonstrando liderança, inovação e dinamismo nos mercados onde operam.

 

A revista, que comemora este ano o seu 50º aniversário, realçou que a aquisição do Banco Popular “tornou a franquia” Santander “ainda mais difícil de superar no país”. Destaca ainda a conclusão “da integração operacional e tecnológica do Popular em apenas 10 meses”.

 

Por outro lado, lembra que o Santander Portugal é o maior banco privado em termos de ativos, tendo apresentado, em 2018, o resultado líquido mais elevado, face aos bancos que atuam no mercado nacional. A elevada quota de mercado de novos créditos às pequenas e médias empresas, bem como o impacto na economia através dos apoios realizados no âmbito do IFRRU são dois aspetos bastante relevantes na atividade desenvolvida pelo Santander.

A contribuir para este prémio esteve também o crescimento de 14,6% do resultado líquido de 2018 para 500 milhões de euros, e um forte incremento do crédito e do apoio dado ao desenvolvimento das pequenas e médias empresas. A Euromoney destaca ainda o aumento do número de clientes digitais, acima dos 30%.

 

Na mesma ocasião, ficou a conhecer-se que, a nível regional, o Santander obteve as distinções de Melhor Banco na América Latina, atribuído ao Santander Brasil, e o Melhor Banco da Europa Ocidental para as Pequenas e Médias Empresas. Em termos de países, para além de Portugal, o Santander Brasil e Chile receberam os respetivos prémios e na banca de investimento, os prémios foram para Santander Espanha e Polónia

Os vencedores dos Prémios Euromoney são selecionados por editores, jornalistas e analistas da revista, que combinam critérios objetivos, como a rentabilidade, o crescimento e a eficiência, com análises de membros da revista, que cobrem os mercados financeiros internacionais.

 

 

 

  • Cepsa estará presente no evento com um stand, aproximando-se dos clientes do setor de transporte profissional

 

  • De acordo com o relatório Cepsa Energy Outlook 2030, a atividade de transporte rodoviário de mercadorias aumentará 30% nos próximos 10 anos

 

  • StarRessa e StarRessa SAT são soluções Cepsa ajustadas às necessidades dos clientes do setor de transporte profissional, tanto em Portugal, como na Europa

 

A Cepsa marcará presença no Salão Nacional de Transporte, evento dedicado ao setor rodoviário de mercadorias, que começa amanhã, dia 28 e termina no domingo, dia 30 de junho, em Pombal. 

 

Participando com a presença de um stand, a Cepsa irá reforçar a apresentação dos serviços disponíveis para o setor de transportes e respetivas vantagens. De acordo com o relatório Cepsa Energy Outlook 2030, o setor transportador assume uma crescente importância, sendo esperado que a atividade de transporte rodoviário de mercadorias aumente 30% nos próximos 10 anos. É, por isso, estratégica uma aproximação aos clientes deste setor.

 

Para além dos cartões StarRessa, estará também em destaque o dispositivo StarRessa SAT, uma solução de pagamento válida em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Itália, Áustria, Noruega, Polónia, Alemanha, Dinamarca, Suécia e Hungria. Entre os serviços que integram o equipamento, destaca-se a possibilidade de obter uma única fatura fiscal mensal com os consumos de cada país e a possibilidade de financiamento da taxa de IVA internacional (Faturação Líquida), evitando a espera do seu reembolso.

O StarRessa Sat poderá também ser utilizado como meio de pagamento em parques de estacionamento e áreas de descanso vigiadas na Europa.

 

 

“A estratégia da Cepsa passa por continuar a apostar no setor profissional, oferecendo ao cliente uma das mais completas gamas de produtos e serviços do mercado profissional”, refere Marco Oliveira, Responsável de Transporte Internacional da Cepsa. “Por isso, estamos aqui, em Pombal, para nos aproximarmos dos clientes e mostrar as soluções StarRessa e StarRessa SAT, cujas vantagens são benéficas”, acrescenta.

 

web: https://pt.cepsa.com/pt/particular

 

No BBVA vemos o mundo como uma oportunidade de negócio para a sua empresa crescer.

 

Se ambição da sua empresa passa pela internacionalização conte com a nossa Rede de Coordenação Internacional,.onde terá à sua disposição o apoio local e além-fronteiras que necessita, bem como soluções financeiras criadas à medida das suas necessidades locais e globais.

 

Através da estreita colaboração entre os diversos Bancos correspondentes do Grupo, a sua empresa tem acesso a uma extensa cobertura internacional, bem como a uma gestão personalizada do seu negócio quer a nível local, quer no país de destino e ao longo de todo o processo.

 

Conta também com uma equipa de especialistas dedicada à sua empresa e que lhe dá total apoio na tomada de decisões, responde e esclarece diariamente sobre a sua atividade bancária, assim como lhe disponibiliza ferramentas,  que facilitam a gestão dia a dia da sua empresa.

 

Aproveite todas as oportunidades do mercado global com a Banca de Empresas do BBVA.

Mais do que uma marca global, um parceiro ideal.

 

Saiba mais aqui.

 

Julia Nieto, Adjunta do Presidente e responsável pelas Relações Institucionais da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola, foi agraciada, no dia 25 de junho, com a condecoração  Cruz de la Orden de Isabel la Católica.

Este prémio foi atribuído pelo rei de Espanha, em reconhecimento ao seu contributo profissional para o desenvolvimento das relações luso-espanholas.

 

 

 

O estatuto PME Líder é uma certificação criada pelo IAPMEI e atribuído pelo próprio IAPMEI e pelo Turismo de Portugal (no caso das empresas do setor do turismo), resultando de um processo rigoroso de candidatura que envolve também os Bancos associados à iniciativa e as Sociedades de Garantia Mutua.

 

Pelos seus elevados padrões de excelência e rigor de gestão, as PME Líder são uma referência para as restantes empresas nacionais e constituem um dos principais motores da economia nacional.

Tendo em conta os dados relativos às empresas distinguidas com este estatuto em 2018, as PME Líder registaram um volume de negócios conjunto, de 34 mil milhões de euros, representando cerca de 15% do PIB Nacional, e atingiram lucros de 2,3 mil milhões de euros.

 

O NOVO BANCO, porque pretende continuar a ser um banco de referência para as empresas, é, desde o início, um parceiro desta iniciativa, mantendo a ambição de reforçar a sua presença junto das mesmas. Presença esta que se consubstancia em produtos e serviços bancários nas áreas mais estratégicas para as empresas e em soluções criadas e desenvolvidas para responder às suas necessidades:

  • Soluções de apoio ao investimento, que permitem potenciar o crescimento;
  • Soluções de gestão dos recebíveis, para garantir a sustentabilidade da tesouraria;
  • Soluções de apoio às exportações, fomentando a conquista de novos mercados.

 

O processo de candidaturas ao estatuto PME Líder 2019 já se iniciou e o NOVO BANCO quer ser o parceiro certo para as todas as PME que se pretendem candidatar à obtenção deste estatuto de excelência, e para as apoiar na concretização dos seus objetivos.

Aceda a www.novobanco.pt/pme_lider, consulte o regulamento e, se a sua empresa é uma potencial PME Líder, utilize a carta de candidatura disponível na página e contacte o seu gestor, se é cliente, ou entregue-a num balcão ou num centro de empresas do NOVO BANCO.

 

 

 

A partir do dia 28 de junho e até 14 de agosto o El Corte Inglés de Lisboa, Gaia Porto e a loja online vão estar em Saldos. 

Os descontos atingem logo nos primeiros dias, os 50%.  A par com os melhores descontos o El Corte Inglés apresenta as suas vantagens diferenciadoras de sempre: a maior variedade de artigos e marcas e, sobretudo o mais alto nível de especialização e qualidade em todas as áreas de venda

www.elcorteingles.pt

 

  •    Novas emulsões betuminosas mais ajustadas às futuras normas europeias em destaque no CRP;

 

  •   Na vanguarda tecnológica na área da pavimentação com três apresentações por especialistas da Cepsa;

 

A Cepsa marca presença na 9ª edição do Congresso Rodoviário Português (CRP), uma iniciativa do Centro Rodoviário Português, e que teve início ontem, dia 28 e termina na quinta-feira, dia 30, no LNEC, em Lisboa.   

 

Ponto de encontro entre gestores, técnicos, docentes, investigadores e outros stakeholders do setor das infraestruturas de transportes, este ano tem como tema a importância das boas práticas, procurando dar relevância à necessidade de implementar as melhores práticas em todas as atividades a realizar em cada uma das fases do ciclo de vida das infraestruturas. No seguimento deste tema, e estando a Cepsa na vanguarda tecnológica na área da pavimentação, a empresa irá participar no evento com stand e realizar três apresentações, feitas por especialistas Cepsa.

 

                                                       Stand Cepsa no Congresso Rodoviário Português


Presente na área dos asfaltos em Portugal desde 1963 e dispondo, em Matosinhos, de uma fábrica de emulsões com armazenagem de betumes, esta é uma área de negócio é estratégica para a Cepsa, efetuando um investimento constante na investigação e desenvolvimento de novos produtos. Neste sentido, o CRP foi palco de demonstração das novas emulsões betuminosas, mais ajustadas às normas da União Europeia, que começarão agora a ser aplicadas aos projetos em Portugal.

Programa de intervenções CEPSA:

A primeira intervenção, ocorrida ontem tinha como tema: Ligante altamente modificado para instalações portuárias (por Maria Gonzalez da Cepsa) - A Cepsa desenvolveu um ligante especialmente indicado para a pavimentação de zonas portuárias, que combina a elevada resistência à fissuração com facto de reduzir substancialmente o tempo de execução do pavimento (inferior a 24 horas) em comparação com o pavimento rígido.

Amanhã, quinta-feira, entre as 10:30 e as 12:00 irão decorrer a segunda e terceiras intervenções: Novo modelo de especificações de ligantes betuminosos (Vicente Perez Mena e Maria del Mar Colas) - cenário que estabelece novos métodos de ensaio para descrever as características e desempenho destes produtos e um novo modelo redigido nas normas europeias, que se pretende dar a conhecer junto da comunidade científica e utilizadora deste tipo de produtos, por forma uniformizar o conhecimento e práticas adotadas na utilização dos ligantes betuminosos sendo de salientar o facto do novo modelo de especificações estar baseado no desempenho dos ligantes na mistura betuminosa.


Desenvolvimento de um betume híbrido para aplicação em misturas de elevado desempenho (Teresa Teixeira de Carvalho) - ligante híbrido, desenvolvido pela Cepsa para ser utilizado numa aplicação específica: a reabilitação de um pavimento em betão, muito envelhecido e altamente fissurado, numa via de elevada intensidade de tráfego (autoestrada A8). De salientar a capacidade da Cepsa desenvolver ligantes à medida, tendo em conta não só a especificação de cada aplicação como também a preocupação de desenvolvimento de ligantes mais ecológicos e de elevada performance.

 

 Visite-nos em: www.cepsa.com ou  @CEPSAportugal

Para mais informações, contactar: Guess What Margarida Lázaro - Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.
Comunicação Cepsa Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

American Eletric Power, Turning Tables e Verbund associam-se ao Starter Acceleration Program, em que se estreiam hoje 10 startups europeias.

 

Arrancou no dia 17 de junho, em Madrid, o primeiro módulo do novo programa global para startups de energia criado pela EDP, que procura as tecnologias mais inovadoras e que possam ser adaptáveis aos negócios das utilities internacionais. O Starter Acceleration Program foi criado para agregar as várias ferramentas de inovação da EDP e recebeu cerca de 500 candidaturas de todo o mundo para esta primeira edição, destacando-se a procura de empresas do Brasil, Estados Unidos, México, Índia e Reino Unido, o que comprova a dimensão global desta iniciativa. A maioria das candidatas pertence às áreas de inovação digital, energias limpas e soluções focadas nos clientes.

Para o módulo que se iniciou no dia 17, foram escolhidas as 10 startups europeias que apresentaram maior potencial. São de áreas essenciais para a inovação no setor energético e prioritárias para a EDP, como previsão de produção de energia, inteligência artificial, serviços para o cliente, digitalização e redes inteligentes. Os finalistas são de Espanha, Itália, França, Estónia, Grécia, Polónia, Reino Unido e Alemanha.

Três utilities internacionais decidiram juntar-se a esta primeira edição do Starter Acceleration Program, sendo parceiros da EDP neste módulo europeu: a American Eletric Power, que tem mais de cinco milhões de clientes em 11 Estados norte-americanos, a Turning Tables, uma empresa de inovação do grupo espanhol Cuerva, e a Verbund, a maior fornecedora de eletricidade da Áustria. O programa conta também com a L Marks e a Ace, duas especialistas em projetos de inovação e empreendedorismo, com presença mundial.

O módulo europeu vai permitir a estas startups conhecerem ao pormenor as quatro elétricas participantes e as necessidades destas empresas que, juntas, têm mais de 16 milhões de clientes. As equipas terão a oportunidade de apresentar as suas ideias para o setor da energia, serão acompanhadas no desenvolvimento dos seus produtos e soluções e terão acesso a vários apoios e benefícios, como o aconselhamento de especialistas em inovação, marketing, entre outros.

Esta semana de trabalho intensivo vai repetir-se em julho em São Paulo, no Brasil, e em setembro em Houston, no Texas, onde participarão as restantes escolhidas a nível mundial. Os projetos com maior potencial serão selecionados para a final do programa e o vencedor será escolhido em Lisboa, em novembro, durante a Web Summit. Os finalistas terão um espaço próprio na maior cimeira de inovação e empreendedorismo da Europa, para mostrarem os seus produtos e procurarem oportunidades de negócio.

“A diversidade das nacionalidades que se candidataram e que foram escolhidas demonstra que este programa está a conseguir ser verdadeiramente global, o nosso objetivo quando o criámos. Estamos ansiosos por receber os 10 finalistas europeus, conhecer os seus projetos e perceber de que forma podemos trabalhar juntos. A inovação aberta é, cada vez mais, o futuro deste setor”, destaca Carla Pimenta, diretora de inovação do grupo EDP.

O Starter Acceleration Program junta num só programa mundial os programas de inovação que a EDP tem desenvolvido ao longo dos anos nos países em que está presente: EDP Open Innovation e EDP Starter Espanha e Brasil.

No passado dia 4 de junho, decorreu a apresentação da sexta edição da Mostra Espanha 2019, no Palácio de Palhavã, residência oficial da Embaixada de Espanha. A Mostra Espanha 2019 vai decorrer este ano, entre junho e dezembro, em 20 cidades do país, e com mais de 80 iniciativas para divulgar o património cultural espanhol através de exposições, música, artes cénicas, conferências e encontros com a finalidade de oferecer experiências para o diálogo entre os dois países que permitam criar projetos comuns num futuro imediato.

Entre as atividades destacam-se a exposição da obra ‘Fray Pedro Machado’, de Zurbarán, que estará no Museu Nacional de Arte Antiga de Lisboa, de 19 de Setembro deste ano até 12 de Janeiro de 2020, e que foi emprestada pelo Museu de la Real Academia de Bellas Artes de San Fernando; o Festival de Mérida, que participa com a exposição Theatrum Mundi, que vai acolher o Museu de Lisboa de 1 de julho a 30 de agosto; de 25 a 28 de outubro, uma mostra de cinema espanhola (CINE FIESTA), que apresentará os filmes mais relevantes do cinema espanhol da actualidade; dois dos concertos que a cantora Rozalén dará nos dias 3 e 5 de setembro em Lisboa e no Porto, respetivamente.

A edição abre no dia 18 de junho, em Lisboa, com a presença do ministro da Cultura de Espanha, José Guirao, da ministra da Cultura de Portugal, Graça Fonseca, e com a entrega do Prémio Luso-Espanhol de Arte e Cultura, à cantora portuguesa Mariza. A organização da Mostra corre a cargo da Dirección General de Industrias Culturales y Cooperación del Ministerio español de Cultura y Deporte, em colaboração com a Acción Cultural Española (AC/E), Instituto Cervantes e a Embaixada de Espanha em Lisboa. Nesta edição, como nas anteriores, contou-se, com o apoio do Governo de Portugal, o Instituto Cervantes de Lisboa, diversas Câmaras Municipais, e outros agentes, tanto públicos como privados, de ambos os países.

                    Foto: Sandra Marina Guerreiro/ Actualidad€

 

 

 

 

EDP e a ENGIE unem forças para criar líder mundial na energia eólica offshore

 

António Mexia, CEO da EDP e presidente da EDP Renováveis (EDPR), e Isabelle Kocher, CEO da ENGIE, anunciam hoje a assinatura de um Memorando de Entendimento estratégico para criar uma joint-venture controlada em partes iguais (50/50) no eólico offshore, fixo e flutuante. A nova entidade será o veículo exclusivo de investimento da EDP, através da sua subsidiária EDP Renováveis (EDPR), e da ENGIE para oportunidades eólicas offshore em todo o mundo e passará a ser um dos cinco maiores operadores a nível global na área, combinando a competência industrial e a capacidade de desenvolvimento das duas empresas.

 

Segundo os termos do Memorando de Entendimento, a EDP e a ENGIE combinarão os seus ativos eólicos offshore e os projetos em desenvolvimento na recém-criada joint-venture, iniciando com um total de 1,5 GW[1] em construção e 4,0 GW[2] em desenvolvimento, com o objetivo de atingir os 5 a 7 GW3 de projetos em operação ou construção e 5 a 10 GW[3] em desenvolvimento avançado até 2025.

Para a EDP e a ENGIE, a energia eólica offshore está a tornar-se uma parte essencial da transição energética global, conduzindo ao rápido crescimento do mercado e ao aumento da competitividade. As empresas acreditam que a criação de uma entidade de maior escala e uma equipa totalmente dedicada, com um potencial de desenvolvimento de negócios global e uma forte capacidade de gerar contratos de aquisição de energia (PPA), irá acelerar o crescimento da sua carteira de ativos e assegurar uma operação mais eficiente, garantindo ainda uma parceria estável.

 

A joint-venture terá como alvo prioritário mercados na Europa, nos Estados Unidos e algumas regiões da Ásia, de onde se espera que venha o maior crescimento. A joint-venture tenciona ser autofinanciada e os projetos que a desenvolver irão respeitar os critérios de investimento de ambas as empresas.

Esta ambiciosa aliança segue-se a uma bem-sucedida colaboração que durante seis anos uniu a EDPR e a ENGIE como parceiros de um consórcio nos projetos eólicos offshore fixos de Dieppe Le Tréport e Yeu Noirmoutier (França) e de Moray East e Moray West (Reino Unido). A EDPR e a ENGIE são também parceiras em dois projetos eólicos offshore flutuantes em França e Portugal e participam em conjunto no concurso para o eólico offshore de Dunquerque, a decorrer em França.

 

[1] Corresponde a 100% da capacidade dos projetos: Moray East (950MW), Wind Float Atlantic (25MW), SeaMade (487MW)

[2] Corresponde a 100% da capacidade dos projetos: Moray West (800-950MW), Tréport & Noirmoutier (992MW), Leucate (24MW), Mayflower (1500MW), B&C Wind (400MW), Califórnia (100-150MW)

[3] Correspondente a 100% da capacidade de projetos

 

 

“É com enorme satisfação que anunciamos esta aliança estratégica com a EDP, com a qual temos cooperado desde 2013. Há expetativas de que o setor eólico offshore cresça de forma muito significativa até 2030. A criação desta joint-venture irá permitir-nos agarrar oportunidades de mercado enquanto aumentamos a nossa competitividade num dos nossos fatores-chave de desenvolvimento, as energias renováveis. Este acordo também está totalmente alinhado com a estratégia de transição zero-carbono da ENGIE”, afirma Isabelle Kocher, CEO da ENGIE.

 

"Este acordo para o eólico offshore representa um importante passo na estratégia da EDP para as energias renováveis. Estamos totalmente comprometidos com a transição energética e com um futuro mais sustentável, como demonstram as metas ambiciosas anunciadas no nosso Strategic Update. Estamos confiantes de que esta parceria irá reforçar a nossa posição distintiva nas renováveis, permitindo-nos acelerar o ritmo no eólico offshore, um dos principais vectores de crescimento na próxima década", afirma António Mexia, CEO da EDP. 

 

A execução do projeto está sujeita aos respetivos processos de aprovação social, corporativo, legal, regulatório e contratual. O objetivo é que a joint-venture esteja operacional até ao final de 2019.

 

 

Para mais informações visite www.edp.com ou www.edpr.com.

 

 

 

LISBOA, Portugal – 21 de Maio de 2019 – A Santos e Vale vai estar presente, nos dias 25 a 28 de Junho, numa das maiores feiras de logística e transportes da Europa, a SIL Barcelona, com o objetivo de posicionamento da marca e o lançamento do seu novo serviço de distribuição desde Espanha para Portugal.

 

Na sua 21ª edição, a SIL Barcelona, conta já com a presença confirmada de 650 empresas expositoras, 220 oradores e mais de 250 eventos, que vão decorrer durante os 3 dias da feira. Foram mais de 18.000 visitantes na edição de 2018 e a organização espera um crescimento acentuado para este ano.

 

É uma excelente oportunidade para estarmos em contacto com as principais empresas do maior país fornecedor de Portugal. Iremos apresentar o nosso novo serviço Espanha->Portugal que permitirá às empresas espanholas terem as suas mercadorias entregues diretamente no seu cliente ou terem a oportunidade de as armazenar no hub da Santos e Vale mais próximo se assim o entenderem. Desta forma poderão gerir stocks locais de menor quantidade com o máximo rigor e controlo.”, referiu Joaquim Vale, Administrador da Santos e Vale.

 

A empresa vai contar com um stand personalizado (F621) que permitirá aos visitantes uma experiência pelo mundo Santos e Vale, possibilitando assim que visualizem na primeira pessoa o funcionamento da rede de operações e todas as ferramentas que neste momento estão disponíveis para os clientes e as futuras novidades.

 

 

www.santosevale.pt

Cepsa entrega casas reconstruídas depois dos incêndios de figueiró dos vinhos 

 

 

  • A Cepsa levou elementos da sua equipa para entregar pessoalmente habitações reconstruídas às vítimas mais carenciadas dos incêndios do concelho de Figueiró dos Vinhos.


No âmbito da celebração dos 84 anos dos Bombeiros Voluntários de Figueiró dos Vinhos, grandes heróis no combate aos incêndios que deflagraram na região em junho de 2017, a Cepsa Portuguesa, através da Fundación Cepsa, procedeu presencialmente à entrega simbólica das chaves das casas reconstruídas.

Com o objetivo de contribuir para minimizar os prejuízos pós-incêndios de 2017, a Fundación Cepsa assinou um protocolo com a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Figueiró dos Vinhos (AHBVFV) para que estes identificassem, na região, famílias carenciadas que necessitassem de apoio na reconstrução das suas habitações, disponibilizando assim 20 mil euros para o efeito. Foram também doados 5000 euros em combustível para apoio da Corporação de Bombeiros.

Elementos da AHBFV e Cepsa

Placa Comemorativa numa das casas reconstruídas

 

Numa cerimónia solene que decorreu no Quartel dos Bombeiros, estiveram representadas a Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos através do Presidente da Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos, Jorge Abreu; as várias Juntas de Freguesia; a Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Figueiró dos Vinhos através do Presidente da Direção, José Carlos Quintas, e do Presidente do Conselho Fiscal, Paulo Cipriano; os Bombeiros Voluntários de Figueiró dos Vinhos através do Comandante dos Bombeiros, Paulo Renato Nogueira, bem como outras Associações e Coletividades do Concelho. Da parte da Cepsa estiveram presentes: Rui Romano, Diretor Comercial; Cláudia Soares-Mendes, Diretora de Comunicação; Sofia Gonçalves, Responsável Comercial de Zona e Carlos Jorge, Agente do Posto CEPSA em Figueiró dos Vinhos.    

 

 

Visite: https://fundacion.cepsa.com/pt

O NOVO BANCO mantém o seu forte compromisso de apoio ao setor agroalimentar, assumindo-se como um parceiro financeiro de referência e privilegiando, sempre que possível, o contacto estreito junto das empresas do setor, nomeadamente nos grandes eventos do agronegócio.

A Feira Nacional de Agricultura assume, entre os principais eventos do setor, um lugar de destaque pela sua dimensão e pelo espaço privilegiado de contatos e negócios que constitui.

 

De 8 a 16 de junho, seja no stand do NOVO BANCO, seja no espaço do evento, as equipas comerciais do NOVO BANCO marcarão mais uma vez presença na Feira Nacional de Agricultura, apresentando e prestando todos os esclarecimentos sobre a oferta do banco para o setor, designadamente as Soluções Agricultura e as Soluções Agroindústria, pensadas para construir propostas de financiamento que respondam às necessidades mais sofisticadas das empresas e para criar valor, garantindo a sustentabilidade do negócio.

 

Na sua 56.ª edição, a Feira Nacional da Agricultura tem como foco principal “A vinha e o vinho”, distinguindo um setor que tem registado nos últimos anos um forte crescimento e uma elevada performance exportadora.

Portugal é atualmente o 8.º exportador mundial de vinho e, em 2018, o setor vitivinícola foi responsável por 1,4% das exportações portuguesas de bens, acumulando vendas superiores a 803 milhões de euros.


 

Sitewww.novobanco.pt/agricultura

 

 

Caravana arranca em Castelo Branco, seguindo para Mafra e Porto numa iniciativa com o apoio das Câmaras Municipais

 

FUNDAÇÃO MAPFRE ENSINA

BOAS PRÁTICAS RODOVIÁRIAS A CRIANÇAS  

  

Lisboa, 8 de maio de 2019

 

A “Caravana de Educação Rodoviária”, uma iniciativa da Fundação MAPFRE, arranca na próxima segunda-feira, 13 de maio, junto à NERCAB, em Castelo Branco, para promover o conhecimento e o respeito pela sinalização rodoviária nas crianças entre os 8 e os 12 anos.

Depois de Castelo Branco, onde permanece até 17 de maio, a caravana instala-se em Mafra (Parque Desportivo Municipal de Mafra) de 20 a 25 de maio, sábado, dia em que estará aberta ao público em geral. A iniciativa termina na Praça da Batalha, no Porto, onde ficará de 27 a 31 de maio.

 

 

Depois de Castelo Branco, onde permanece até 17 de maio, a caravana instala-se em Mafra (Parque Desportivo Municipal de Mafra) de 20 a 25 de maio, sábado, dia em que estará aberta ao público em geral. A iniciativa termina na Praça da Batalha, no Porto, onde ficará de 27 a 31 de maio.

O roadshow integra um camião que funciona como sala de aula, para explicar conceitos básicos de circulação rodoviária e um circuito de karts, composto por insufláveis, rotundas e sinalização, onde as crianças poderão praticar os conhecimentos adquiridos.

Para esta iniciativa, a Fundação MAPFRE, em parceria com as Câmaras Municipais, convida as escolas das três cidades a participar em dinâmicas simultaneamente didáticas e divertidas, que pretendem sensibilizar as crianças para o cumprimento das regras de segurança rodoviária, tornando-os ainda porta-vozes das boas práticas junto dos pais e amigos.

Este roadshow conta também com o apoio das entidades policiais, não só durante a ação de sensibilização sobre as regras e sinais de trânsito, bem como no circuito de karts onde as crianças são igualmente acompanhadas por monitores de educação rodoviária.