Porque o sucesso das empresas nacionais é o sucesso de Portugal

 

O NOVO BANCO e o Jornal de Negócios, em parceria com a IBERINFORM Portugal, levam anualmente a cabo os Prémios Exportação & Internacionalização para reconhecer as PME e as Grandes Empresas nacionais que mais se destacaram no ano anterior em duas vertentes distintas:

- Os Prémios Internacionalização, que premeiam os casos de sucesso na internacionalização de empresas portuguesas;

- Os Prémios Exportação, que destacam as empresas com melhor performance exportadora.

 

Há 10 anos, as exportações representavam 28% do PIB nacional. De 2009 para cá, o contributo das exportações para o PIB não parou de crescer, atingindo 44% do total do PIB, segundo dados de 2018.

As perspetivas do Banco de Portugal são de que este valor, em 2021, chegue aos 50%.

Foi, entre outros fatores, a capacidade que as empresas portuguesas tiveram de ousar “dar o salto”, de se reinventarem e da sua resiliência perante os inúmeros obstáculos que surgem sempre no processo de exportar, diferentes consoante as geografias, que tornam possível este crescimento histórico das exportações nacionais.

E se as exportações fazem cada vez mais parte do ADN das empresas nacionais, o mesmo se aplica à internacionalização, com as empresas a diversificarem os mercados de implementação, a procurando mitigar os riscos, a adaptarem as estratégias e os modelos de negócio em função de cada mercado, consolidando os seus processos de internacionalização.

 

O NOVO BANCO, tem sido sempre um banco de referência para as empresas portuguesas, com um destaque especial para as empresas exportadoras ou com processo de internacionalização. A tradição, o know-how e expertise das equipas comerciais do NOVO BANCO no apoio ao comércio internacional são conhecidas dos empresários e reconhecidos internacionalmente. Prova disso é a recorrente distinção do NOVO BANCO como Best Trade Finance Bank pela revista internacional Global Finance.

Deste modo, nada é mais natural para o NOVO BANCO do que promover a distinção das melhores empresas no âmbito da exportação e da internacionalização.

 

A 9.ª gala de entrega dos Prémios Exportação & Internacionalização decorrerá em Ílhavo, no Hotel Montebelo Vista Alegre, no próximo dia 28 de outubro.

 

Saiba mais sobre os Prémios Exportação & Internacionalização em www.cofinaeventos.com/premioexportacaoeinternacionalizacao.

 

TODOS OS HOMENS

TODAS AS MARCAS

Seja qual for o seu estilo, no El Corte Inglés, encontrará todas as marcas para ter o look perfeito.

 

https://eci.pt/_ModaHomem19


» FUNDAÇÃO MAPFRE

Fundação MAPFRE marcou presença em mais uma edição da Semana Europeia da Mobilidade, nos dias 21 e 22 de setembro, com ativações na Praça da Figueira, em Lisboa.

Em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, este ano voltámos a reforçar um dos principais objetivos da Fundação: a segurança e prevenção rodoviária.

“Em movimento não ligues ao telemóvel” foi o mote que, durante o fim de semana, chamou a atenção de quem passou na Praça da Figueira. As ativações criadas com simuladores de condução automóvel e buzinas para os peões que circulavam nas ruas enquanto a sua atenção era única e exclusivamente o ecrã do telemóvel foram bem recebidas por quem passou naquela zona.

Na ativação com o simulador automóvel, as pessoas recebiam mensagens dos nossos monitores enquanto conduziam nos simuladores. Assim, conseguiam perceber, de forma real, o impacto das distrações e erros cometidos quando a atenção está focada no telemóvel. Já nas passadeiras, os peões que passaram sem atenção à estrada e que estavam concentrados no telemóvel, iam sendo alertados com um forte buzinão!

A cada ano que passa o uso do telemóvel torna-se cada vez mais uma constante na nossa rotina. No entanto, a atenção que lhe dedicamos pode ser necessária para outros aspetos, nomeadamente para o que nos rodeia enquanto conduzimos ou, simplesmente, quando caminhamos na rua.

A mensagem é simples: zero mensagens.

Na Fundação MAPFRE trabalhamos para salvar vidas e o nosso principal aliado és tu!

 

  Esteja a par das atividades da Fundação MAPFRE em Portugal e no mundo 

 

Packs Living EDP agregam numa só oferta soluções mais eficientes para a casa dos clientes, como descontos adicionais na fatura de energia, eletricidade verde e assistência técnica, com vantagens em atividades de lazer. Nova aposta reforça estratégia da EDP de crescer no número de serviços adicionais prestados aos clientes.

 

A EDP Comercial volta a reforçar o compromisso de estar cada vez mais presente na vida dos seus clientes e lança os Packs Living EDP, uma oferta integrada de serviços que pretende aproximar-se das necessidades das famílias portuguesas.

Em pacote, e de forma simples e económica, é possível obter descontos de até 8% na fatura de energia e ter a garantia de contribuir para um planeta mais sustentável, com eletricidade 100% verde. Os planos incluem também um plafond em assistência técnica aos lares, prestada por técnicos certificados e especializados em segurança e avarias, que já é utilizado por mais de 380 mil famílias. Adicionalmente, o cliente tem também acesso a descontos em diferentes áreas de lazer, como mobilidade, cinema e restauração, para que possa viver mais, por menos.

Esta nova forma integrada de prestar serviços aos clientes está dividida em três categorias, consoante as necessidades de cada família. Seja qual for o pack escolhido – Easy, Smart ou Full – o cliente da EDP Comercial terá ao seu dispor um conjunto de vantagens exclusivas: 4€ de desconto na fatura da EDP Comercial por cada 40 litros de combustível acumulados mensalmente na BP, num máximo de 20€ de desconto por mês, descontos nos cinemas Cineplace e Cinema City, duplicação do prazo de duração da subscrição do Zomato Gold, um serviço que permite ter refeições ou bebidas grátis em locais aderentes, e 5€ de desconto por mês na EMOV, uma empresa de carsharing com carros 100% elétricos que, como a EDP, está a promover a mobilidade elétrica em Portugal.

Na versão Full estão também disponíveis descontos de até 70% em consultas médicas numa rede com mais de 32 mil parceiros de saúde, que incluem também serviço médico ao domicílio por 15€. O plano de saúde EDP foi lançado no ano passado e já foi escolhido por mais de 63 mil pessoas.

Com este lançamento, a EDP Comercial pretende dar um passo decisivo na sua estratégia de duplicar o número de serviços adicionais contratados pelos clientes de eletricidade e gás natural. Cerca de quatro milhões de consumidores confiam na empresa para ser a sua comercializadora de energia no mercado português.

Para comunicar ao mercado esta nova aposta, a EDP divulga uma campanha multimeios que vai estar no ar durante as próximas três semanas e que tem como rosto Joana Barrios. A apresentadora foi escolhida por ter um perfil semelhante ao da empresa – jovem, criativa, entusiasta e com uma preocupação vincada com a sustentabilidade.

A partir de um conceito irreverente, a apresentadora lança o movimento unpacking, numa metáfora alusiva ao unboxing, demonstrando os benefícios que os clientes da EDP Comercial podem encontrar nestes novos packs de serviços. A campanha foi idealizada pela Solid Dogma e produzida pela Major West, com o realizador Paco. A compra de meios esteve a cargo da Wavemaker.

 

 

 Site: www.edp.pt 

 

 

 

 

 

O Santander, juntamente com mais 13 Bancos de várias regiões do mundo, lançou o Trade Club Alliance, uma plataforma inovadora de comércio internacional que vai simplificar e melhorar o acesso das empresas aos mercados externos.

 

A plataforma, apresentada no início do mês em Londres, inclui uma base de dados de 600.000 empresas, que podem assim conectar-se e fazer parcerias, mais de 25.000 estudos de mercado e informações sobre mais de 180 países.

 

O Trade Club Alliance tem 14 membros, cujas geografias representam 65% do comércio a nível mundial. Em 2022, prevê-se que a plataforma digital aumente até mais de um milhão de empresas.

 

Cada Banco tem um Club e uma página própria, sendo a partir daí que os seus membros acedem. O Santander Club Alliance está disponível para todas as empresas que queiram aderir, através do portal www.santandertrade.com.

 

Na plataforma, cada empresa tem um cartão-de-visita, a descrição do setor de atividade onde opera e o perfil de negócios que procura, o que facilita a pesquisa e conexão entre as várias empresas. Podem ainda consultar informações sobre mercados potenciais, fluxos e tendências. O controlo de expedições e informações sobre impostos alfandegários são outros conteúdos disponibilizados.

 

A presença de Bancos de várias regiões do mundo vem colmatar a dificuldade que algumas empresas têm em aceder a determinados mercados, e de encontrar aí parceiros de confiança. Desta rede global fazem ainda parte as seguintes instituições: Abu Dhabi Commercial Bank (ADCB), Attijariwafa Bank, Banco BPM, CIMB, Crédit Agricole, Eurobank, Industrial Bank of Korea, KBC Group, MUFG Bank, Nordea, Royal Bank of Canada (RBC), Siam Commercial Bank e Standard Bank.

 

 

Já se encontra nas bancas a edição de outubro da revista Actualidad€ Economia Ibérica, que tem como tema principal o  "Tratado entre UE y Mercosur oportunidades y desafíos para las economías ibéricas."

Esta edição tem também uma entrevista ao CEO da AON, Pedro Penalva, que fala sobre "algumas das principais ameaças às empresas e à sociedade e exlica com a consultora poderá ajudar a gerir o risco."

Pode ver também um artigo sobre a empresa Yilport, que têm aumentado o seu volume de negócios este ano, em exportações nacionais.

Isto e muito mais na Revista Actualidad€! 

Gostaria de receber a revista em sua casa? http://bit.ly/2EwKpSg

 

 

O Banco Santander é um dos membros fundadores signatários dos Princípios de Banca Responsável das Nações Unidas, tendo-se juntado a outros 30 bancos signatários para anunciar um Compromisso Coletivo de Ação pelo Clima. Este Compromisso estabelece ações concretas, sujeitas a prazos específicos para os bancos envolvidos, de forma a aumentar sua contribuição para a luta contra as alterações climáticas e alinhar a sua estratégia aos objetivos do Acordo de Paris sobre o clima.

Essas ações incluem, entre outras: alinhar as suas carteiras de crédito, para que reflitam uma economia de baixo carbono, resistente a alterações climáticas, e necessária para limitar o aquecimento global, com a meta de chegar aos 1,5 graus celsius; adotar medidas concretas, em menos de um ano desde a assinatura deste compromisso, e utilizar os seus produtos, serviços e relação com os clientes para facilitar a transição económica necessária para alcançar a neutralidade climática; e assumir publicamente a responsabilidade pelo seu impacto no clima e do seu progresso no cumprimento destes objetivos.

A presidente do Banco Santander, Ana Botín, afirmou: “estamos muito orgulhosos de ser um dos fundadores signatários dos Princípios de Banca Responsável das Nações Unidas, e de integrarmos o Compromisso Coletivo de Ação pelo Clima para ajudar a alcançar os objetivos estabelecidos no Acordo de Paris. Todas as empresas, governos e indivíduos têm a obrigação de contribuir para superar os desafios globais lançados hoje, e o clima é um dos mais importantes. Se queremos ter um impacto duradouro nas comunidades e no meio-ambiente, cada entidade financeira deve unir-se ao nosso esforço comum para mobilizar os recursos do setor financeiro”.

 

O Santander foi reconhecido como o Banco mais sustentável do mundo, de acordo com o Dow Jones Sustainability Index (DJSI) 2019. O Banco integra também outros índices que analisam e avaliam os esforços das empresas cotadas em matéria de sustentabilidade, como o FTSE4Good e o Bloomberg Gender-Equality Index.

 

Com um total de 90 pontos, a EDP garantiu a melhor pontuação de sempre e é a número 1 entre as utilities integradas no Dow Jones Sustainability Index. É a única empresa portuguesa a integrar o índice há 12 anos consecutivos

 

A EDP voltou a destacar-se entre as companhias globais com as melhores práticas de sustentabilidade, tendo alcançado 90 pontos no Dow Jones Sustainability Index a nível mundial e europeu. Além de ser a sua melhor pontuação de sempre no índice que integra há já 12 anos, a empresa ainda reforçou a sua posição no ranking: é líder das utilities integradas e está no top 2 das utilities.

Com mais 5 pontos do que em 2018, o índice que distingue as empresas líderes em sustentabilidade a nível mundial voltou a valorizar o desempenho do grupo EDP nas três principais dimensões: ambiental, económica e social. Entre os critérios avaliados, destacam-se 9 em que a EDP atingiu a pontuação máxima (100 pontos): gestão dos riscos da água, alterações climáticas, relato ambiental, reporte social, direitos humanos, desenvolvimento da comunidade, envolvimento com stakeholders, envolvimento político responsável e análise de materialidade.

Para o presidente executivo do grupo EDP, António Mexia, “ser, mais uma vez, número 1 no Dow Jones Sustainability Index, entre as utilities integradas, é o reconhecimento claro da aposta da EDP no desenvolvimento sustentável e da sua capacidade de execução nos diferentes domínios da sustentabilidade. O setor da energia está a viver uma revolução marcada por descarbonização, digitalização e descentralização e, ao longo dos últimos 12 anos, temos vindo a antecipar estas tendências e a alinhar o nosso modelo de negócio com a transição energética para o combate às alterações climáticas. Este é um compromisso que a EDP continuará a assumir de forma a criar um mundo mais sustentável para as gerações futuras.”

A EDP é a única empresa portuguesa a fazer parte do Dow Jones Sustainability Index há 12 anos consecutivos. Nesta última edição, a empresa conseguiu ainda recuperar pontos em áreas relevantes como a ecoeficiência operacional, desenvolvimento do capital humano ou relação com os clientes, de acordo com a avaliação da RobecoSAM que, de acordo com a Rate the Raters da SustainAbility, é a analista de referência para os índices de sustentabilidade.

O Dow Jones Sustainability Index foi criado em 1999 como o primeiro benchmark do desempenho não financeiro para empresas cotadas a nível global. Para a edição de 2019 foram analisadas 2.296 empresas (mais 202 face ao ano anterior), tendo sido selecionadas 318 para integrar o DJSI World, entre as quais a EDP – do grupo de 16 utilities, oito são elétricas. A nível europeu, o DJSI Europe selecionou 142 empresas, incluindo a EDP, que é uma das três utilities elétricas no grupo de oito utilities.

Além dos indicadores económicos e financeiros, este índice avalia critérios como a transparência, a gestão corporativa, as relações com os investidores, a responsabilidade socioambiental e a qualidade de gestão. A inclusão da EDP nos Índices Dow Jones de Sustentabilidade é um reconhecimento do compromisso assumido em prol do desenvolvimento Sustentável e traduzido quer num reforço das melhores práticas de modelo de Governo da Sociedade, quer na estratégia de expansão das energias renováveis e na utilização de tecnologias de produção mais eficientes.

 

 

O BBVA e o Grupo Pestana SGPS SA, alcançam um marco histórico no mercado de financiamento sustentável  ao realizar a primeira emissão mundial de obrigações verdes no sector hoteleiro, em conformidade os Green Bond Principles (GBP) da ICMA (International Capital Markets Association).

Trata-se de uma emissão de 60 milhões euros a 6 anos, com uma taxa de juro de 2,5%, com a oferta a ser dirigida a investidores institucionais profissionais.

A procura da emissão foi um êxito, superou três vezes a oferta, tendo sido colocada junto de cerca 30 investidores institucionais nacionais e internacionais. 

A agencia de rating Axesor classificou o Grupo Pestana com a nota de “BBB com Outlook estável”, o que o qualifica dentro do grupo restrito de “investment grade”.

A classificação “green bond” (obrigações verdes) foi certificada através da emissão

pela DNV.GL de uma “second party opinion”.

Os fundos levantados com a emissão serão destinados ao refinanciamento de investimentos de carácter sustentável, nomeadamente no“Pestana Tróia Eco Resort”e no “Pestana Blue Alvor”.

Esta operação é uma demonstração relevante do compromisso de responsabilidade meio ambiental do Grupo Pestana, que é líder em Portugal no sector hoteleiro, e ocupa a 116ª posição entre os grandes grupos hoteleiros mundiais.

“ Para o Grupo Pestana, este foi um processo virtuoso em toda a linha  que nos deixou muito satisfeitos. Para além de sermos os primeiros no mercado mundial da indústria hoteleira a fazer uma operação desta natureza, emissão de obrigações verdes, a baixa taxa fixa para um prazo de 6 anos e o rating alcançado são mais um incentivo a perseverarmos no caminho de solidez do Grupo”. afirma José Theotónio, CEO do Grupo Pestana

 

BBVA, Uma referência em financiamento sustentável

Como prova de do seu firme compromisso com a luta contra as alterações climáticas, o BBVA aprovou em 2018 o  “Compromisso 2025, que mobilizará 100.000 milhões de euros até 2025 em financiamento verde, infraestrutura sustentável, empreendedorismo social e inclusão financeira. O banco tem capacidade, conhecimento e experiência para fornecer a seus clientes consultoria superior em soluções de financiamento sustentáveis ​​e está desempenhando um papel fundamental no desenvolvimento desse mercado.

2018 provou ser o ano de consolidação de títulos verdes, sociais e sustentáveis. Como emissor o BBVA, viu aprovada a emissão de títulos sustentáveis ​​vinculados aos ODS das Nações Unidas e concluiu com êxito as emissões verdes inaugurais do BBVA na Espanha e no México e a primeira obrigação deste tipo do BBVA Garanti. Como agente de estruturação e colocação, o BBVA manteve a liderança neste mercado participando como bookrunner em 13 operações

 

Sobre o Grupo Pestana

Com um percurso de mais de mais quatro décadas de sucesso, o Grupo tem e gere mais de 90 hotéis em Portugal e no estrangeiro, onde se dedica a proporcionar aos seus hóspedes ‘the time of your life’.

Na hotelaria, o seu principal negócio, opera com quatro marcas: Pestana Hotels & Resorts, Pestana Collection Hotels, Pestana Pousadas de Portugal e Pestana CR7 Lifestyle Hotels. Presente em 15 países, tem mais de 11.500 quartos disponíveis na Europa, África e América e uma equipa global de sete mil colaboradores, sendo o maior grupo hoteleiro multinacional de origem portuguesa. Com o objetivo de oferecer produtos completos e mais atrativos, o Grupo opera ainda em outas áreas de negócio: hotelaria, imobiliário turístico, turismo vacacional, golfe, casinos, indústria e serviços.  

Fechou 2018 com um volume de negócios consolidado de 434,2 ME, um EBITDA de 150,6 ME e um volume de investimento de 100 Milhões de euros.

Em 2019 o Grupo Pestana atingirá a marca dos 100 hotéis, com abertura do seu primeiro hotel em Nova Iorque, no âmbito de um plano de plano de crescimento intenso, que conta com 15 novos investimentos anunciados, nos próximos 3 anos.

 

Finalmente chegaram os tons camel, neutros e bordeaux, os padrões príncipe de gales , o tartan e a malha ! 

Chegou o momento em que começamos a vestir sobretudos, em que escolhemos blazers e calças de bombazine! Esta é a temporada perfeita para diversificar! Cada peça e acessório criam o detalhe da sua personalidade.

 

 

 

www.elcorteingles.pt

 

 

  • Até 400.000 euros serão divididos pelas diferentes iniciativas que promovem a inclusão e o bem-estar de grupos desfavorecidos
  • O período de inscrição estará aberto de 10 de setembro a 3 de outubro
  • Desde 2005, estes prémios ajudaram a melhorar a qualidade de vida de mais de 30.000 pessoas em Espanha, Portugal, Colômbia e Brasil

 

 

A Fundação Cepsa volta a abrir o período de candidatura para os Prémios ao Valor Social, que procuram reconhecer diferentes projetos sociais que promovam a inclusão e a qualidade de vida de pessoas ou grupos menos favorecidos.

 

Estes prémios irão distribuir até 400.000 euros pelas iniciativas sociais vencedoras entre todas as que são apresentadas em Gibraltar, nas Ilhas Canárias, na Comunidade de Madrid, na província de Huelva, em Portugal, na Colômbia e no Brasil, áreas geográficas em que a Cepsa tem uma atividade relevante e onde estabeleceu laços e relações com as comunidades de forma mais profunda.

 

Depois de 15 anos a atribuir estes reconhecimentos, Teresa Mañueco, diretora-geral da Fundação Cepsa, ressalva: "é a bandeira da nossa ação social. Orgulhamo-nos de que estes prémios se tenham tornado referência de integração e colaboração entre os profissionais da Cepsa, as entidades sociais e a Fundação. A cada ano, as entidades apresentam projetos mais inovadores e, do nosso lado, trabalhamos para incorporar melhorias e divulgar os prémios a um maior número de entidades".

 

As entidades que desejem participar poderão apresentar os seus projetos de 10 de setembro a 4 de outubro através da página web da Fundación: www.fundacioncepsa.com

 

No próximo mês de novembro, será dado a conhecer o acórdão de cada um dos jurados locais, envolvendo diferentes representantes institucionais relacionados com a ação social.

 

Estes prémios reconhecem projetos sociais com o intuito de melhorar a qualidade de vida de diversos grupos: pessoas em vulnerabilidade social, desempregados, doentes, pessoas com diversidade funcional, minorias étnicas, crianças, jovens e adolescentes, idosos ou vítimas de violência baseada em género, entre outros.

 

 

A Fundación Cepsa é uma entidade de interesse geral e sem fins lucrativos que tem como objetivo a realização de ações destinadas a responder às necessidades e prioridades das comunidades locais onde a sua fundadora, a COMPAÑÍA ESPAÑOLA DE PETRÓLEOS S.A.U. (Cepsa), desenvolve as suas atividades. Os âmbitos de atuação da Fundación Cepsa são de caráter social, cultural, ambiental, científico-educativo e de fomento do desporto de base.

 

O NOVO BANCO foi novamente parceiro e patrocinador bancário exclusivo dos Publituris Portugal Travel Awards, uma iniciativa levada a cabo anualmente pelo Jornal Publituris que junta os profissionais do setor turístico e visa reconhecer aqueles que mais se destacaram, no ano que passou.

A edição deste ano teve lugar no dia 17 de setembro, no Hipódromo Manuel Possolo, em Cascais.

 

O turismo constitui inegavelmente um setor cujo contributo é um dos pilares da economia portuguesa e do qual é indissociável o trabalho, o esforço e a dedicação das suas empresas, instituições, serviços e principalmente dos seus profissionais. Fazendo ou não parte dos distinguidos nos Publituris Portugal Travel Awards 2019, todos eles estão de parabéns por mais um ano de sucessos.

 

O NOVO BANCO, parceiro de sempre das empresas do setor turístico, disponibiliza um conjunto de soluções variadas que que lhes permitam continuar a crescer com sustentabilidade, a diversificar a sua oferta, apoiar e qualificar os seus recursos humanos e a concretizar mais projetos de sucesso.

 

 

 

Compradores internacionais vêm ao Porto conhecer produtos portugueses

 

Empresas de Angola, Alemanha, Holanda, Luxemburgo, Bósnia, México e Polónia marcam presença no 2.º Fórum Compradores Internacionais

 


Lisboa, 10 de setembro de 2019: A PortugalFoods, associação que representa o agroalimentar português, promove, nos dias 16, 17 e 18 de setembro, o 2.º Fórum Compradores Internacionais. A iniciativa, que terá lugar na Porto Business School, traz sete grandes players mundiais para conhecerem o que de melhor o setor produz.

Durante os três dias de evento, cerca de 70 empresas vão ter a oportunidade de apresentar os seus produtos a grandes grupos de distribuição de vários pontos do globo, nomeadamente de Angola, Alemanha, Holanda, Luxemburgo, Bósnia, México e Polónia.

“A procura de produtos portugueses tem crescido nos últimos anos, com os mercados externos a reconhecerem cada vez mais a sua qualidade. O Fórum Compradores Internacionais vem dar resposta a esta procura, aproximando os compradores internacionais aos produtores nacionais, mostrando-lhes produtos nas categorias que, de facto, lhes interessam: a PortugalFoods identificou as necessidades destes players e reuniu no fórum os produtos que correspondem à sua procura, aumentando assim a probabilidade das empresas fecharem negócio”, explica Raquel Vieira de Castro, administradora da Vieira de Castro e vice-presidente da PortugalFoods.

Charcutaria, conservas de pescado, peixe e marisco congelado, pastelaria, confeitaria e padaria, molhos e condimentos (preparados de tomate, vinagre, entre outros), azeite e azeitonas, compotas, snacks, arroz, massa e cereais de pequeno-almoço, queijo, legumes e fruta (fresca, congelada e desidratada), refeições pré-cozinhadas, vinho e licores são as categorias em exibição na iniciativa.

Entre os compradores estão a angolana ENOLAD, especializada na importação e distribuição de produtos alimentares e bebidas, a alemã Gourmet Berner, que apesar de ter começado o seu negócios com as frutas, abre leque agora aos mais diversos produtos do agroalimentar, a empresa holandesa ILG Food Group, a grossista luxemburguesa Primafood, a Ledo, empresa bósnia dedicada aos congelados, a mexicana Laguna Innovadora, que procura sobretudo produtos gourmet e biológicos, e a Unifood, empresa polaca totalmente focada na culinária internacional. Os compradores procuram tanto produto final, para comercializar sob a marca portuguesa, como produto passível de ser transformado em private label, nos seus mercados.

O Fórum Compradores Internacionais surge no âmbito do Projeto Portugal Excecional, que visa exaltar a produção nacional, e é financiado pelo COMPETE2020, Portugal2020 e União Europeia através do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

 

Já se encontra nas bancas a edição de setembro da revista Actualidad€ Economia Ibérica, que tem como grande tema a experiência dos CEO jovens e como chegaram ao topo na sua carreira profissinal.

Esta edição tem também uma entrevista ao diretor-geral da Exponor, Diogo Barbosa, que fala do crescimento da empresa ao criar mais negócios para os clientes, como a criação da "Exponor Exhibitions".

Pode ver também um artigo sobre o crescimento da Numismática na Península Ibérica, onde Javier Salgado, CEO da leiloeira Numisma, retrata que o ouro continua a ser um produto muito apreciado e quais as moedas mais apreciadas.

 

Isto e muito mais na Revista Actualidad€! 

Gostaria de receber a revista em sua casa? http://bit.ly/2EwKpSg

 

 

Acesso gratuito a serviços de saúde e bem-estar online, assistência informática, aluguer de veículos com desconto e ao cartão MAPFRE bankintercard, são algumas das vantagens disponibilizadas

 

 

A seguradora MAPFRE acaba de lançar o “MAPFRE Cuidamos de Ti”, um inovador Plano de Fidelização que permitirá aos seus clientes usufruir de vários serviços e benefícios exclusivos, de forma imediata e totalmente gratuita.

Cada cliente terá uma classificação personalizada, de acordo com os seguros contratados, podendo ser enquadrado nos perfis “Prata”, “Ouro” ou “Platina”. Cada um destes segmentos atribui benefícios exclusivos sendo que, a qualquer momento, os clientes podem subir de classificação, acedendo assim a um maior número de vantagens.

Segundo Luís Anula, CEO da MAPFRE em Portugal, “estamos muito orgulhosos com o lançamento do ´MAPFRE Cuidamos de Ti`. Actualmente, o mercado segurador nacional não disponibiliza um plano de fidelização como o nosso que, sem qualquer custo para o cliente, permite que possa beneficiar de vários serviços, não só para si, como para a sua família. Estamos certos de que este produto irá garantir maior proximidade e premiar os nossos clientes, na medida em que irá acrescentar valor ao nosso serviço, reforçando significativamente a experiência dos clientes com a nossa marca”.

Com base nas regras de segmentação definidas pela companhia, um “Cliente Prata” poderá usufruir gratuitamente de um Cartão MAPFRE bankintercard que atribui descontos nos seguros MAPFRE, um seguro de Assistência em Viagem e Seguro de Acidentes Pessoais sem custos, crédito gratuito até 50 dias, entre outros benefícios.

Além das vantagens do “Cliente Prata”, um “Cliente Ouro” terá ainda acesso a uma Plataforma de Saúde e Bem-Estar online que permite a realização de uma consulta de saúde online/telefónica junto de uma equipa de médicos de medicina geral e familiar, usufruir do serviço de Segunda Opinião Médica, podendo solicitar gratuitamente o parecer dos melhores especialistas internacionais, bem como um Serviço de Atendimento Exclusivo, beneficiando de um atendimento preferencial para tratar dos seus assuntos com a Companhia.

O “Cliente Platina” usufruirá ainda de Proteção Digital e Assistência Informática, podendo aceder a uma plataforma online com vários serviços informáticos gratuitos, tais como Assistência Informática Remota, Recuperação de Dados, Localização de Equipamentos e Controlo da Pegada Digital, bem como de um Serviço Especial de Aluguer de Veículos, entre outros.

Os clientes MAPFRE poderão consultar toda a informação relativa ao novo Plano de Fidelização “MAPFRE Cuidamos de Ti” através do site https://www.mapfre.pt/seguros-pt/cuidamosdeti/.

Podem também aceder à sua Área de Cliente, no site mapfre.pt, e saber, de imediato, qual a sua classificação e os benefícios a que tem acesso.

 

Sobre a MAPFRE Seguros:

Em Portugal desde 1986, a MAPFRE Seguros possui uma rede de 90 lojas em todo o País. A nível internacional, a MAPFRE é a maior seguradora espanhola do mundo, a principal multinacional do setor na América Latina e está entre as 5 melhores da Europa em seguros Não Vida por volume de prémios. Emprega mais de 35 mil colaboradores nos cinco continentes em que opera, tendo atingido em 2018 cerca de 27 mil milhões de euros de receitas, com um lucro líquido de 529 milhões de euros.

Para mais informações, consulte www.mapfre.pt.

 

Informações adicionais:

Deep Step Comunicação

Sandra Correia/Joana Fernandes

Tel. 21-893 70 50

 

 

  • Portugueses e luso descendentes residentes em França que se deslocam de férias a Portugal são o alvo da campanha, que pretende reduzir o número de acidentes durante as viagens longas e depois das saídas noturnas 

 

A Associação Cap Magellan organiza, pelo 17º ano consecutivo, a campanha de Segurança Rodoviária "Sécur'été – Verão em Portugal", dirigida aos portugueses e luso descendentes residentes em França, que se deslocam de carro para Portugal durante as férias de verão. O objetivo é reduzir o número de acidentes durante os trajetos longos e depois das saídas noturnas. Uma ação à qual a Cepsa, através da Fundación Cepsa, se decidiu associar.

 

Com o apoio de equipas de voluntários, as ações de sensibilização decorrem desde finais de junho no sul de França, em Espanha e irão continuar nas fronteiras portuguesas de Vilar Formoso, Chaves e Valença nos dias 27 e 28 de julho. Simultaneamente, as ações estender-se-ão a locais de diversão noturna, alertando os jovens para os perigos da condução sob efeito do álcool.

 

No dia 1 de agosto, a partir das 11h00, na Área de Serviço da Cepsa da A1 em Leiria - sentido Norte-Sul - irá decorrer uma ação que tem por base a realização de simulações de condução sob o efeito do álcool, fadiga e sonolência. Para tornar as situações o mais reais possível, vão estar à disposição dos condutores óculos de realidade virtual sobre a noção de partilha da estrada bem como tapetes de simulação de fatiga e alcoolémia. Haverá também testes eletrónicos de álcool. 

 

A segurança é um dos principais valores da Cepsa e, por isso mesmo, a segurança rodoviária é um tema ao qual a Cepsa dá muita importância. Os valores da companhia guiam todas as suas ações, para que a mesma possa contribuir para a construção de uma sociedade mais segura. A Fundación Cepsa, torna-se, desta forma, parceira da Cap Magellan na ação de consciencialização nas estradas portuguesas, impulsionando o compromisso de segurança. Os clientes da empresa estão nas estradas, todos os dias, em trabalho ou lazer, e importa que cheguem aos seus destinos de forma segura, pelo que devemos promover uma atitude de segurança na estrada através do respeito pelas regras de trânsito, promovendo o bem-estar dos condutores antes e durante as suas viagens. 

 

 

Visite: https://fundacion.cepsa.com/pt

 

Quem for de férias ou viver nas Astúrias vai poder utilizar o primeiro serviço de car sharing da região sem ter de pagar pelo combustível necessário. A partir de agosto, a guppy terá 50 veículos 100% elétricos a circular pelas Astúrias e, graças a uma parceria fechada agora com a EDP, o carregamento destes carros será gratuito para os utilizadores.

Este serviço é pioneiro naquela região, que agora passa a ter um serviço em que os condutores podem deslocar-se para onde quiserem, podendo levantar e entregar os veículos em locais distintos. Os veículos disponíveis terão uma autonomia superior a 200 quilómetros.

“A guppy oferecerá um novo serviço de mobilidade nas Astúrias, com benefícios para quem quiser movimentar-se de forma cómoda, económica e ecológica. Bastará descarregar a aplicação para smartphones e registar-se, pagando unicamente quando utiliza as viaturas”, afirmou Campos-Ansó, responsável de Inovação e Desenvolvimento do grupo Junquera.

“A mobilidade elétrica é uma prioridade para a EDP, como demonstram os mais de 60 pontos de carregamento para veículos elétricos na região, uma infraestrutura que continuará a crescer, para garantir que os utilizadores de veículos elétricos tenham as condições que necessitam para a sua mobilidade”, destaca Javier Izquierdo, responsável pela Mobilidade Sustentável da EDP Espanha.

A EDP já instalou em Espanha mais de 100 pontos de carregamento para veículos elétricos, mais de 60 nas Astúrias. Os postos podem ser consultados em www.edpmoveon.com. Grande parte destas infraestruturas estão instaladas junto a zonas turísticas estratégicas, aumentando por isso a procura por rotas culturais e turísticas.

Tal como em Portugal, a mobilidade elétrica está a crescer a um ritmo acelerado em Espanha, tendo a EDP registado um aumento de 90% nos carregamentos realizados entre janeiro e maio de 2019, em comparação com todo o ano de 2019. Os carregamentos já superam os 61.000kWh, o equivalente a percorrer mais de 400 mil quilómetros num veículo elétrico.

 

O NOVO BANCO e a ATP - Associação Têxtil e Vestuário de Portugal assinaram um Protocolo no passado dia 16 de julho, em Famalicão, no CITEVE - Centro Tecnológico Indústrias Têxtil Vestuário Portugal, com o objetivo de potenciar ainda mais o crescimento das empresas do setor e a sua promoção no mercado nacional e internacional.

 

 

Este é um setor que tem demonstrado, mesmo perante as adversidades, que sabe reagir, inovar e continuar a melhorar a sua produção, sem deixar de manter a qualidade.

O seu sucesso espelha-se no peso considerável que tem nas exportações nacionais de bens (cerca de 9%) e na sua taxa de crescimento médio anual: 4,3% nos últimos 8 anos.

Para isso tem assumido um papel de relevo o estabelecimento de relações de simbiose entre um conjunto de entidades que promovem o desenvolvimento e a inovação no setor, nomeadamente associações empresariais, como a ATP, Centros Tecnológicos, como o CITEVE, e polos universitários, originando sinergias que ajudam esta indústria a responder aos grandes desafios.

 

Este é também um setor com um forte perfil exportador, em que o peso médio das exportações, no volume de negócios das empresas, ronda os 67%, o que compara com apenas 15% em termos de média nacional em 2018.

 

Na sessão de assinatura do protocolo estiveram presentes os principais empresários e personalidades ligadas ao setor, que estiveram na génese desta parceria agora firmada e que virá  reforçar o papel que o NOVO BANCO quer continuar a ter junto deste setor, procurando ser o parceiro financeiro do dia-a-dia, do investimento e crescimento e da internacionalização das empresas, através de uma nova oferta de produtos e serviços bancários ajustados às suas necessidades.

 

 

American Eletric Power, Turning Tables e Verbund associam-se ao Starter Acceleration Program, em que se estreiam hoje 10 startups europeias.

 

 

Arrancou no dia 17 de junho, em Madrid, o primeiro módulo do novo programa global para startups de energia criado pela EDP, que procura as tecnologias mais inovadoras e que possam ser adaptáveis aos negócios das utilities internacionais. O Starter Acceleration Program foi criado para agregar as várias ferramentas de inovação da EDP e recebeu cerca de 500 candidaturas de todo o mundo para esta primeira edição, destacando-se a procura de empresas do Brasil, Estados Unidos, México, Índia e Reino Unido, o que comprova a dimensão global desta iniciativa. A maioria das candidatas pertence às áreas de inovação digital, energias limpas e soluções focadas nos clientes.

Para o módulo que se iniciou no dia 17, foram escolhidas as 10 startups europeias que apresentaram maior potencial. São de áreas essenciais para a inovação no setor energético e prioritárias para a EDP, como previsão de produção de energia, inteligência artificial, serviços para o cliente, digitalização e redes inteligentes. Os finalistas são de Espanha, Itália, França, Estónia, Grécia, Polónia, Reino Unido e Alemanha.

Três utilities internacionais decidiram juntar-se a esta primeira edição do Starter Acceleration Program, sendo parceiros da EDP neste módulo europeu: a American Eletric Power, que tem mais de cinco milhões de clientes em 11 Estados norte-americanos, a Turning Tables, uma empresa de inovação do grupo espanhol Cuerva, e a Verbund, a maior fornecedora de eletricidade da Áustria. O programa conta também com a L Marks e a Ace, duas especialistas em projetos de inovação e empreendedorismo, com presença mundial.

O módulo europeu vai permitir a estas startups conhecerem ao pormenor as quatro elétricas participantes e as necessidades destas empresas que, juntas, têm mais de 16 milhões de clientes. As equipas terão a oportunidade de apresentar as suas ideias para o setor da energia, serão acompanhadas no desenvolvimento dos seus produtos e soluções e terão acesso a vários apoios e benefícios, como o aconselhamento de especialistas em inovação, marketing, entre outros.

Esta semana de trabalho intensivo vai repetir-se em julho em São Paulo, no Brasil, e em setembro em Houston, no Texas, onde participarão as restantes escolhidas a nível mundial. Os projetos com maior potencial serão selecionados para a final do programa e o vencedor será escolhido em Lisboa, em novembro, durante a Web Summit. Os finalistas terão um espaço próprio na maior cimeira de inovação e empreendedorismo da Europa, para mostrarem os seus produtos e procurarem oportunidades de negócio.

“A diversidade das nacionalidades que se candidataram e que foram escolhidas demonstra que este programa está a conseguir ser verdadeiramente global, o nosso objetivo quando o criámos. Estamos ansiosos por receber os 10 finalistas europeus, conhecer os seus projetos e perceber de que forma podemos trabalhar juntos. A inovação aberta é, cada vez mais, o futuro deste setor”, destaca Carla Pimenta, diretora de inovação do grupo EDP.

O Starter Acceleration Program junta num só programa mundial os programas de inovação que a EDP tem desenvolvido ao longo dos anos nos países em que está presente: EDP Open Innovation e EDP Starter Espanha e Brasil.

 

 

Para mais informações visite www.edp.com ou www.edpr.com.

 

 

O Portugal Exportador, o maior evento nacional dedicado à exportação, realizado consecutivamente há 14 anos, terá lugar este ano, a 27 de novembro, no Centro de Congressos de Lisboa (antiga FIL).

 

Fruto de uma parceria entre o NOVO BANCO, a Fundação AIP e a aicep Portugal Global, o Portugal Exportador procura, desde a sua génese, acompanhar o foco crescente das empresas portuguesas face aos desafios dos mercados de exportação e ser, num mundo em que a competição é cada vez mais global e mais exigente, uma ferramenta fundamental de apoio à exportação e à internacionalização.

 

A Espanha, pela sua proximidade geográfica e pela posição de relevo que tem no comércio mundial e no comércio na União Europeia, é naturalmente o primeiro mercado de exportação para as empresas portuguesas e para o estabelecimento de parcerias comerciais.

Deste modo, é também natural que Espanha seja um dos mercados a marcar presença na 14ª Edição do Portugal Exportador, consubstanciado o grande interesse que tem para as empresas nacionais.

 

Para além do mercado de Espanha, estarão também em foco os mercados de Angola e da Alemanha, os  clusters da Metalomecânica e o Agroalimentar e ainda o eComerce, a par muitos outro conteúdos relevantes para, num só dia e num único lugar, potenciar o acesso a informação direcionada às empresas nacionais que já exportam ou que querem vir a exportar, seja através partilha de ideias e experiências, seja pela da perceção das experiências de outras empresas nos mercados de exportação, seja ainda pelos muitos contactos estabelecidos ao longo do dia, neste que é um acontecimento de networking por excelência e para o qual a organização do Portuga Exportador convida todas as empresas a estarem presentes.

 

Saiba mais sobre o Portugal Exportador 2019 e inscreva-se em www.portugalexportador.pt.

 

 

Os ‘awards’ distinguem as instituições que apresentam os melhores serviços junto dos seus clientes demonstrando liderança, inovação e dinamismo nos mercados onde operam.

 

A revista, que comemora este ano o seu 50º aniversário, realçou que a aquisição do Banco Popular “tornou a franquia” Santander “ainda mais difícil de superar no país”. Destaca ainda a conclusão “da integração operacional e tecnológica do Popular em apenas 10 meses”.

 

Por outro lado, lembra que o Santander Portugal é o maior banco privado em termos de ativos, tendo apresentado, em 2018, o resultado líquido mais elevado, face aos bancos que atuam no mercado nacional. A elevada quota de mercado de novos créditos às pequenas e médias empresas, bem como o impacto na economia através dos apoios realizados no âmbito do IFRRU são dois aspetos bastante relevantes na atividade desenvolvida pelo Santander.

A contribuir para este prémio esteve também o crescimento de 14,6% do resultado líquido de 2018 para 500 milhões de euros, e um forte incremento do crédito e do apoio dado ao desenvolvimento das pequenas e médias empresas. A Euromoney destaca ainda o aumento do número de clientes digitais, acima dos 30%.

 

Na mesma ocasião, ficou a conhecer-se que, a nível regional, o Santander obteve as distinções de Melhor Banco na América Latina, atribuído ao Santander Brasil, e o Melhor Banco da Europa Ocidental para as Pequenas e Médias Empresas. Em termos de países, para além de Portugal, o Santander Brasil e Chile receberam os respetivos prémios e na banca de investimento, os prémios foram para Santander Espanha e Polónia

Os vencedores dos Prémios Euromoney são selecionados por editores, jornalistas e analistas da revista, que combinam critérios objetivos, como a rentabilidade, o crescimento e a eficiência, com análises de membros da revista, que cobrem os mercados financeiros internacionais.

 

 

 

  • Cepsa estará presente no evento com um stand, aproximando-se dos clientes do setor de transporte profissional

 

  • De acordo com o relatório Cepsa Energy Outlook 2030, a atividade de transporte rodoviário de mercadorias aumentará 30% nos próximos 10 anos

 

  • StarRessa e StarRessa SAT são soluções Cepsa ajustadas às necessidades dos clientes do setor de transporte profissional, tanto em Portugal, como na Europa

 

A Cepsa marcará presença no Salão Nacional de Transporte, evento dedicado ao setor rodoviário de mercadorias, que começa amanhã, dia 28 e termina no domingo, dia 30 de junho, em Pombal. 

 

Participando com a presença de um stand, a Cepsa irá reforçar a apresentação dos serviços disponíveis para o setor de transportes e respetivas vantagens. De acordo com o relatório Cepsa Energy Outlook 2030, o setor transportador assume uma crescente importância, sendo esperado que a atividade de transporte rodoviário de mercadorias aumente 30% nos próximos 10 anos. É, por isso, estratégica uma aproximação aos clientes deste setor.

 

Para além dos cartões StarRessa, estará também em destaque o dispositivo StarRessa SAT, uma solução de pagamento válida em Portugal, Espanha, França, Bélgica, Itália, Áustria, Noruega, Polónia, Alemanha, Dinamarca, Suécia e Hungria. Entre os serviços que integram o equipamento, destaca-se a possibilidade de obter uma única fatura fiscal mensal com os consumos de cada país e a possibilidade de financiamento da taxa de IVA internacional (Faturação Líquida), evitando a espera do seu reembolso.

O StarRessa Sat poderá também ser utilizado como meio de pagamento em parques de estacionamento e áreas de descanso vigiadas na Europa.

 

 

“A estratégia da Cepsa passa por continuar a apostar no setor profissional, oferecendo ao cliente uma das mais completas gamas de produtos e serviços do mercado profissional”, refere Marco Oliveira, Responsável de Transporte Internacional da Cepsa. “Por isso, estamos aqui, em Pombal, para nos aproximarmos dos clientes e mostrar as soluções StarRessa e StarRessa SAT, cujas vantagens são benéficas”, acrescenta.

 

web: https://pt.cepsa.com/pt/particular

 

No BBVA vemos o mundo como uma oportunidade de negócio para a sua empresa crescer.

 

Se ambição da sua empresa passa pela internacionalização conte com a nossa Rede de Coordenação Internacional,.onde terá à sua disposição o apoio local e além-fronteiras que necessita, bem como soluções financeiras criadas à medida das suas necessidades locais e globais.

 

Através da estreita colaboração entre os diversos Bancos correspondentes do Grupo, a sua empresa tem acesso a uma extensa cobertura internacional, bem como a uma gestão personalizada do seu negócio quer a nível local, quer no país de destino e ao longo de todo o processo.

 

Conta também com uma equipa de especialistas dedicada à sua empresa e que lhe dá total apoio na tomada de decisões, responde e esclarece diariamente sobre a sua atividade bancária, assim como lhe disponibiliza ferramentas,  que facilitam a gestão dia a dia da sua empresa.

 

Aproveite todas as oportunidades do mercado global com a Banca de Empresas do BBVA.

Mais do que uma marca global, um parceiro ideal.

 

Saiba mais aqui.

 

Julia Nieto, Adjunta do Presidente e responsável pelas Relações Institucionais da Câmara de Comércio e Indústria Luso-Espanhola, foi agraciada, no dia 25 de junho, com a condecoração  Cruz de la Orden de Isabel la Católica.

Este prémio foi atribuído pelo rei de Espanha, em reconhecimento ao seu contributo profissional para o desenvolvimento das relações luso-espanholas.

 

 

Wednesday the 16th. Câmara de Comércio e Industria Luso Espanhola © 2017 - Joomla Site Templates